quarta-feira, 13 de abril de 2016

Outono: Pele mais seca requer cuidados especiais


Dermatologista Gilvan Alves dá dicas para ter a cútis viçosa


O outono é caracterizado pelo aumento dos ventos, redução gradativa das temperaturas, além da diminuição da umidade do ar. No Brasil, ocorre queda de temperatura nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Nessa estação do ano a pele do rosto perde hidratação e se torna mais seca, ficando mais vulnerável, pois é a parte mais exposta ao frio. As consequências dessa exposição incluem coceiras e rachaduras na face. 
De acordo com o dermatologista Gilvan Alves (CRM 7940), uma dica importante é não lavar o rosto com água muito quente, já que pode ressecar mais a pele. Hidratantes e filtros protetores solares, de preferência com fatores acima de 30, são os mais indicados para manter a luminosidade, proteção e o viço da face. 
“As pessoas não devem esquecer-se de hidratar os lábios com protetores específicos, que protegem dos raios solares e evitam as rachaduras e ressecamentos. Atenção redobrada para peelings e esfoliações: esses tratamentos nessa época do ano devem ser feitos com orientações de dermatologistas e não sem as indicações adequadas, pois podem acelerar o ressecamento da pele do rosto e causar outros problemas”, avisa o especialista. 
Não é só a pele do rosto que merece cuidados especiais no outono. A pele do corpo deve ser tratada de forma correta: banhos não muito quentes e de no máximo 10 minutos, com sabonetes que não ressequem a pele. Segundo Gilvan Alves, também não é recomendável esfregar o corpo com esponjas ou buchas durante o banho. Terminando, utilizar hidratantes corporais de acordo com o tipo de pele é a recomendação do dermatologista. 
“Nada de se esquecer de mãos e pés, que devem ser hidratados e protegidos, sobretudo as mãos com protetores solares, pois ficam mais expostas”, finalizou o dermatologista Gilvan Alves.


Postar um comentário